Projeto Incluir +: Abro a Janela ao Teatro

1/3

O CLDS 4G Incluir+ comemorou o Dia Mundial do Teatro junto dos moradores dos Empreendimentos Municipais da Maia no passado dia 27 de Março.


No âmbito da atividade Baz’arte, foi realizada uma animação teatral, dinamizada pelo Projeto Rodopio, Cultura e Movimento da Associação Mafagafa e pela Companhia Boca de Cão, levando o teatro, a música e o espetáculo aos residentes nos empreendimentos do Pinhal (Moreira da Maia), Fábrica e Aldeia (Vila Nova da Telha), Bajouca (Castêlo da Maia) Outeiro e Ponte das Cabras (Cidade da Maia).


Foi um espetáculo de interação e comunicação da marioneta “bruxa Zulmira” com o público à janela, abordando o universo misterioso e místico desta personagem que dormia no seu caldeirão, acompanhada pela trupe de músicos de cariz tradicional.


Desta forma, foi possível celebrar a arte, consciencializando os moradores para a importância da cultura e animação na saúde mental e bem-estar. No último ano temos vindo a deparar-nos com um aumento das situações de ansiedade e depressão, fortemente causadas pela fase de pandemia em que nos encontramos, pelo que a iniciativa “abro a janela ao teatro” foi uma oportunidade para proporcionar momentos animados, numa altura em que o contexto propicia mais depressão e excesso de tempo passado em casa. 


A comunidade aderiu com entusiasmo e motivação, participando e aplaudindo da janela das suas habitações, à medida que eram desafiadas para intervir.


Esta iniciativa contou ainda com o apoio da Câmara Municipal da Maia e a empresa Espaço Municipal.


icon1.png

© 2015 · carlosmoreno.pt

INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR


Em caso de litígio de consumo, o consumidor pode recorrer à seguinte entidade de resolução alternativa de litígios de consumo:

Centro de Informação de Consumo e Arbitragem do Porto

Tel.: 225 508 349 / 225 029 791          

E-mail: cicap@mail.telepac.pt

Web: www.cicap.pt

Para atualizações e mais informações, consulte o Portal do Consumidor em

www.consumidor.pt

 (Informação ao abrigo do artigo 18º da Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro)